Oppo lançará o primeiro smartphone do mundo com 10 GB de RAM

Publicado em 27/09/2018 09:44

A Oppo lançou o Find X em junho deste ano e surpreendeu ao apresentar um dispositivo com design avançado e ótimas configurações, uma combinação de 8 GB de RAM e Snapdragon 845. Agora, tudo indica que a companhia prepara algo ainda maior com o lançamento de uma nova versão do Find X com incríveis 10 GB de RAM.

A novidade foi confirmada pelo TEENA, o órgão regulamentador das telecomunicações na China, que publicou em seu site o documento de homologação da nova versão do Find X. Este será o primeiro smartphone do mundo a ter 10 GB de RAM, mas ainda não há indício de quando o modelo será lançado.

O Find X convencional tem tela de 6,4 polegadas, Snapdragon 845, até 8 GB de RAM e até 256 GB para armazenamento interno. Ele vem com câmera traseira dupla de 16 MP + 20 MP e a câmera frontal, retrátil, é de 25 MP.

Fonte: TecMundo

  • Compartilhe

Confira também

m-34-energia-solar-deve-crescer-44-no-brasil-em-2019-20190317102644.jpg

20/01/2019 10:00

Energia solar deve crescer 44% no Brasil em 2019

O Brasil deverá ter um salto de 44% na capacidade instalada de energia solar em 2019, o que levaria o país à marca de 3,3 gigawatts (GW) da fonte em operação

m-24-dual-sim-do-iphone-chega-no-ios-12-1-e-operadoras-brasileiras-se-posicionam-20180927134738.jpg

27/09/2018 12:02

Dual SIM do iPhone chega no IOS 12.1 e operadoras brasileiras se posicionam

Quando os iPhones Xs, Xs Max e Xr foram anunciados pela Apple, a empresa também revelou que os novos celulares teriam suporte ao Dual SIM, permitindo que os usuários utilizassem dois números em um mesmo aparelho. No entanto, isso seria feito com a tecnologia eSIM, que utiliza um chip virtual para funcionar, como explicamos neste artigo.

m-25-adolescente-que-hackeou-apple-e-obteve-1-tb-de-dados-da-empresa-e-condenado-20180927141346.jpg

27/09/2018 10:32

Adolescente que hackeou Apple e obteve 1 TB de dados da empresa é condenado

Um adolescente australiano que invadiu servidores da Apple e obteve cerca de 1 terabyte de dados confidenciais da empresa teve seu caso julgado nesta quinta-feira (27) e terá que cumprir oito meses de liberdade condicional. Ele poderia pegar até três anos de cadeia caso fosse condenado à pena máxima em todas as acusações.

Produtos em destaque

Receba Promoções e Novidades da Xmaster